Caverna do Dragão

Caverna Do Dragão

Caverna do Dragão é sem sombra de dúvida um dos desenhos mais famosos no Brasil. O interessante é notar que ela é mais famosa aqui que no país de origem. O fato é que Caverna do Dragão nunca fica muito tempo longe das tvs brasileiras, e são poucos os que não acompanharam a história das crianças querendo voltar para casa.

A animação foi criada em uma parceria da Marvel, TSR e Toei. A idéia era fazer uma série animada baseada em Dungeons & Dragons, o jogo de RPG mais famoso do mundo. A série tem um nível grande de violência para um programa infantil dos anos 80, e um tom sombrio de perigo iminente. Foram produzidos 27 episódios, divididos em três temporadas.

Não há um episódio que sirva de introdução, a própria abertura faz este papel. Um grupo de seis crianças se divertiam em uma montanha russa quando atravessam um portal e vão parar no um lugar estranho. Lá eles encontram um pequeno unicórnio e são atacados por um dragão de cinco cabeças. Eles ganham armas mágicas de um velho baixinho, e as usam pra se defender. De repende aparece um demônio que começa a lutar com o dragão, e eles saem voando. O velho se apresenta como Dungeons Master (Mestre dos Magos), o guia deles no Reino de Dungeons & Dragons.

Os personagens são bem variados e interessantes:

Hank: com 15 anos ele é um dos mais velhos, e age como o líder natura do grupo. É um ranger, bom samaritano, e tem um arco mágico que não apenas atira flechas de energia como tem vários outros poderes especiais, como servir de corda ou gerar explosões de luz.

Eric: com 15 anos é um garoto muito rico, mimado, reclamão e gosta de zoar os outros. É um cavaleiro, e tem um escudo que gera uma barreira de energia pra protege a ele e quem mais estiver atrás. No rascunho inicial o escudo também teria o poder de levitar. Outra curiosidade interessante é que Eric sempre está errado graças ao poder das associações de pais. A animação era obrigada a passar a mensagem de que o grupo está sempre certo, quem reclama está automaticamente errado. Mark Evanier (um dos criadores) odiava isso, mas era impotente em relação ao poder da censura nos cartoons.

Diana: uma bela negra de 14 anos. Ela é uma acrobata, corajosa e curiosa. De todos é a que menos tem paciência com Eric, sempre fazendo pouco caso dele. Sua arma é um bastão que pode ir de poucos centímetros até alguns metros em segundos e que se beneficia de sua agilidade natural.

Sheila: uma ruivinha tímida que odeia ficar sozinha. Irmã mais velha de Bob, sempre o repreende quando ele se mete em perigo (quase o tempo todo). Ela é uma ladra, a mais boazinha do grupo, e nunca fica com raiva por muito tempo. Sempre que preciso ela encoraja Presto. Sua arma mágica é um manto que a deixa invisível.

Presto:  um desastrado jovem de 14 anos. Albert (seu nome verdadeiro) era uma praticante de truques de mágica na escola, que lhe renderam o apelido de Presto. É um mago e, embora não seja corajoso muitas vezes se força a enfrentar perigos para ajudar os amigos, e tem grande admiração por Hank, Sheila e Diana. Sua arma é um chapéu mágico do qual ele pode tirar qualquer objeto imaginável – mas ele tem pouco controle sobre seus poderes.

Bobby: é o mais jovem das crianças, com apenas 8 anos. Irmão mais novo de Sheila, ele é incrivelmente corajoso e não tem medo de nada, não gosta de receber ordens e age primeiro e pensa depois. Ele é um bárbaro e tem uma clava mágica que o dá super força. Ele é capaz de abrir buracos no chão, esmagar rochas gigantes e muito mais. Bobby tem uma unicórnio filhote de estimação chamada Uni, e a defende com todas as suas forças de qualquer perigo que possa aparecer.

Mestre dos Magos: uma mistura de Mestre Yoda com Obi Wan Kenobi, ele deu as armas mágicas para as crianças e age como mentor. É incrivelmente poderoso e igualmente misterioso, aparecendo apenas para dar dicas enigmáticas. O nome original do personagem é Dungeon Master, ou Mestre da Masmorra. Este é o “cargo” de quem narra o RPG, de quem conta as histórias.

Vingador: um ser malígno e incrivelmente poderoso. Almeja obter as armas dos heróis, com as quais seria imbatível. Entre suas habilidades está atirar bolas de energia, trocar de formas e fazer diversas magias. Uma curiosidade: Vingador tem asas mas não voa, e seu cavalo não tem asas mas voa (?!?). Seus maiores inimigos são o Mestre dos Magos e o dragão Tiamat.

Tiamat: uma dragão de cinco cabeças, cada uma controlando um elemento, tendo a vermelha como líder. Tiamat parece não temer nada nem ninguém, e nem Vingador é páreo para ele. Não parece agir ativamente pelo mau como o Vingador mas é muito violento.

As crianças tentam voltar para a casa em todo episódio, e nunca conseguem. O Reino é muito hostil e as elas passam pelas mais diversas privações. Mas há uma espécie de sentido por trás de tudo, já que elas sempre ajudam a resolver os problemas dos necessitados e aprendem com a vivência. Caverna do Dragão sofreu muito com a intolerância da época nos Estados Unidos, com episódios que quase não foram exibidos por tratarem de assuntos polêmicos. Aqui no Brasil a coisa foi mais branda. Só tenho conhecimento de alguns extremistas religiosos que acusaram a série de incentivar a adoração ao capeta e coisas assim, mas nada vindo de criaturas racionais.

Um dos segredos da série era a grande criatividade. A animação (como já era de se esperar) é porca, os sons mal sincronizados, as músicas poucas e o ritmo caótico. Mas os personagens, cenários e roteiro são muito variados e mantém o interesse de quem assiste. Cada episódio apresenta mais detalhes sobre a vida no Reino, que passa a esbanjar vida. Não é a toa que a série continua sendo exibida lado a lado com animações tecnicamente muito superiores – e ganhando cada vez mais fãs. Outro fator é o grande apelo infantil. Quem, quando criança, não gostaria de ganhar uma das Armas do Poder e viver aventuras em outro mundo?

A série gerou poucos produtos. Foram vendidos livros, quadrinhos e brinquedos que se tornaram raridades. Em relação aos dvds dois box foram comercializados nos Estados Unidos. O primeiro, produzido pela BCI Eclipse, era uma edição cheia de extras e com o episódio Requiem narrado. Esta edição é linda, mas tem um problema: algumas músicas foram substituídas por outras mais leves. Já a empresa Mill Creek lançou outro box, uma edição simples e sem nenhum extra. Em compensação ela tem os episódios como foram originalmente exibidos e é bem barata. Eu comprei por 8 dólares na Amazon :D Ambos os box são região 1, ou seja, só tocam em dvds americanos/canadenses ou desbloqueados. Nenhum deles tem legenda nem o áudio nacional. Que eu saiba Caverna do Dragão nunca foi lançado oficialmente no Brasil.

Caverna do Dragão é o responsável pela maior lenda urbana envolvendo animações no Brasil: o episódio final. Normalmente ela diz que as crianças morreram e estão no inferno (ou no purgatório). Mestre dos Magos é um demônio, assim como Uni, e eles tentam impedir que as crianças voltem. Claro que isso tudo é besteira, mas é possível encontrar estes boatos até hoje em diversos fóruns brasileiros e gringos. Nunca houve um episódio que contasse o final de Caverna do Dragão. O último episódio produzido foi The Winds of Darkness, ou A Névoa da Escuridão na dublagem nacional.

O motivo de não haver um episódio que conte o destino das crianças é simples: a série foi cancelada. A terceira temporada teria um episódio que fecharia a série, algo muito incomum para uma animação produzida pra TV na época. O episódio se chamaria Requiem, e o script foi disponibilizado por Michael Reeve em seu site pessoal e é fácil de ser encontrado traduzido na internet.

As revelações mais importantes de Requiem <SPOILER> são que o Vingador foi um guerreiro que lutava pelo bem antes, e que ele é filho do Mestre dos Magos. A missão dos garotos era redimir Vingador, e não destruí-lo, o que eles conseguem. O Mestre dos Magos abre então um portal para o nosso mundo (sim, ele poderia ter feito isso quando quisesse) e dá aos garotos a escolha de voltar para suas casas ou continuar no Reino vivendo aventuras. Por dicas dos episódios dá pra saber que pelo menos alguns deles escolheram voltar para casa, como é o caso de Presto e Bob.</SPOILER>

Uma quarta temporada foi planejada, com os jovens sendo chamados de volta ao Reino. Agora mais velhos eles não dependeriam mais das armas mágicas, um conceito muito interessante que infelizmente nunca viu a luz do dia. Mas os 27 episódios criados certamente cativaram e vão cativando pessoas por muitos e muitos ano.

2 comments

    1. Que eu conheça tem só o filme de Dragonlance, que é uma grande porcaria. Saiu em 2008, e é um desastre absoluto .Eles tentaram inovar, e fizeram os humanos e os cenários em 2D e os dragões e outros monstros em 3D. Saca só o trailer dessa merda:

      http://www.youtube.com/watch?v=KcnoKnuWus8

      Fora que eles resumiram um livro onde muita coisa acontece em 90 minutos. Além de uma simplificação excessiva é tudo uma correria gigante, parece que os personagens estão apostando pra ver quem chega no final do filme primeiro :D

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *