Of Mice and Magic

Of Mice and Magic

Há tempos já pensava em comprar um livro sobre animações, mas as opções em português são poucas e a amazon é extremamente caótica com o sistema do que pode e não pode ser entregue. Um dia descobri um site chamado bookdepository, com frete grátis e envio pro Brasil, e resolvi comprar algo pra testar. Por menos de 27 dólares, Of Mice and Magic do Leonard Maltin me chamou a atenção. Tenho vários vídeos do crítico em alguns dvds (em especial nos da série Walt Disney Treasures) e o livro de sua autoria é sempre muito elogiado em sites especializados. Além do que ele é beeeem mais barato que Ilusion of Life ^^

O livro chegou após 27 dias. Muito, comparado com os 8 dias úteis que o site promete. Mas após várias experiências com o serviço de entregas dos Correios tenho certeza que o atraso aconteceu no nosso país. Entrei em contato com o site uns 15 dias após a compra e eles foram prestativos em oferecer reembolso do valor ou reenvio. Resolvi esperar. Os 3 livros comprados (dois são do Douglas Adams) chegaram, mas o Of Mice and Magic chegou 3 semanas antes dos outros.

É um livro muito bonito. É repleto de ilustrações, a grande maioria em preto e branco, provavelmente para não elevar o preço do produto. Não é capa dura mas o papel parece ser resistente e consegue envergar sem deixar marcas. A colagem é boa e o livro abre fácil sem danificar. É uma obra feita pra ser lida e usada de referência o tempo todo, não pra deixar guardado na estante.

O livro visa fãs de animação, e isto fica claro a cada palavra. Quem gosta de desenhos mas realmente não tem curiosidades sobre como e por quem as coisas foram feitas provavelmente não vai gostar muito. Mas para os fãs de animação Of Mice and Magic é mais que recomendado: é obrigatório.

Maltin fez um grande trabalho de pesquisa com diversos profissionais da área. Animação é uma área relativamente nova, de modo que muitos dos nomes mais importantes ainda estavam vivos, ou haviam pessoas que os conheciam com histórias pra contar. O resultado é que muita informação do livro não é encontrada em nenhum outro lugar. Os relatos são ótimos, com diversas curiosidades aparecendo durante a leitura.

O autor não poupa críticas. Mas seus comentários são bem bolados e frutos de muita pesquisa. É bom notar que criticar não é apenas reclamar: ele também exalta e elogia muito. O profundo conhecimento sobre cinema do autor ajuda a formar um cenário onde ele compara referências e obras do mesmo período.

O primeiro capítulo é sobre o as animações para o cinema mudo, e trata só das animações produzidas nos Estados Unidos, em ordem cronológica. É interessante e serve para dar uma base, com relato muitas obras e aparelhos experimentais. O bom do livro mesmo começa nos próximos capítulos.

Cada capítulo subsequente trata de um estúdio de animação. A começar obviamente pela Disney, todos eles tem suas obras analisadas dentro do contexto do que faziam. Essa separação faz com que o livro não fique mais confuso que o necessário. A ordem dos estúdios também foi muito bem pensada.

O nível de detalhes depende do quão importante e quantas obras produziu o estúdio. Assim o capítulo da Disney é bem corrido, mesmo tendo 54 páginas. Os Nine Old Men quase não são citados. Já o capítulo de Max Fleischer tem mais detalhes, embora tenha menos páginas. A quantidade de informações condensadas varia muito. Há partes mais densas e difíceis de ler e partes que parecem ser voltadas pra livros didáticos.

Of Mice and Magic não cobre animações de baixo custo feitas para a tv. Por isso as obras de Hanna Barbera e similares são apenas citados ou brevemente comentados. Além disso o livro não cobre animações indies nem feitas em outros países além dos Estados Unidos. O livro já tem quase 500 páginas e é produto de muito esforço, então é completamente compreensível esta ausência.

O clima com que o livro termina é desanimador. Ralph Baksh tinha emplacado Fritz The Cat mas não conseguia obter o mesmo sucesso nos filmes posteriores, a animação para TV continuava na mesmo nível de roteiros repetitivos e qualidade visual sofrível e os maiores sucessos em filmes infantis tentavam imitar as antigas animações da Disney. Certamente um update mostraria que o futuro foi muito melhor que o esperado:: Simpsons, Family Guy e South Park fazem muito sucesso na linha de entretenimento adulto e Pixar, Dreamworks e Disney disputam bilheterias com super produções nos cinemas.

E ao final uma lista cronológica com as animações lançadas. Ótimo pra usar como checklist e se impressionar com a quantidade de obras  produzidas. O livro é essencial pra qualquer estudioso sério ou grande fã de animações.

Pra quem quiser dar uma conferida no material dá pra visualizar algumas páginas na Amazon, infelizmente sem as gravuras.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *