Offspring Fling! (PC)

Quando ganhei meu primeiro Mega Drive (o modelo III, lá no meio da década de 90), ele veio com uma fita de 10 jogos. Entre pérolas como Sonic The Hedgehog e Revenge of the Shinobi era fácil de entender porque eu não gostava de Flicky. O visual era simples demais, as músicas muito estridentes, e o objetivo muito simplório. Mas depois de zerar todos os outros jogos comecei a ver o desafio que o jogo de arcade oferecia. Então nos momentos de tédio eu ia jogar Flicky, tentando fazer as coisas o mais perfeitamente possivel, decorando rotas, descobrindo segredos. E eu fui melhorando com o passar do tempo…

Meus dedos decoraram as fases de Flicky
Meus dedos decoraram as fases de Flicky

Resultado: eu consegui zerar Flicky sem morrer nenhuma vez. E até hoje eu decorei quase todas as fases. Uma vez vi um TAS no youtube e eu consigo fazer o mesmo que o cara na maioria das fases.

E acho que foi Flicky que me atraiu para Offspring Fling. Em ambos você é uma criatura que tem que salvar criaturas menores. Em ambos você pode acumular criaturas menores que te seguem. E em ambos você tem que sobreviver a inimigos para entregar as criaturinhas na saída de emergência.

Fling1

A semelhança para aí: Offspring Fling é realmente um jogo de puzzle. Embora ele dependa muito de uma coordenação e sincronia depois de um tempo, pois a ação não acontece em turnos mas sim no tempo real, o maior desafio é da mente. Há blocos ativados remotamente, lugares de morte imediata, inimigos que seguem padrões claros, blocos para quebrar… o normal em jogos assim. O desafio é gradual, e bem dosado para manter tanto crianças dedicadas quanto adultos impacientes jogando por um tempinho. Ele dura pouco, dá para zerar em 3 horas. Mas para os perfeccionistas derrotar o tempo do desenvolvedor e liberar os últimos níveis vai gastar uma boa dose de tempo a habilidade.

Fling2
O jogo é lindo pra quem gosta de jogos retros (e acho que você gosta, já que está lendo este blog ^^). A música foi feita pelo mesmo cara que fez Aquaria. E em relação ao visual ele parece um jogo de Super Nintendo rodando em algum emulador com filtro. Como uma pérola desconhecida que nós nunca tivéssemos jogado, perdida na gigantesca lista de roms do sistema. Offspring Fling dá uma sensação nostálgica e pura. Consegue fazer que joga se sentir criança de novo, no meio de sua simplicidade e inocência. E é baratinho ^^

offspring

2 comments

  1. Poxa ,”zerou” Flicky (parece que o jogo não tem fim, mas acredito que você considerou o fim assim que as fases começaram a se repetir). Há pouco tempo estava tentando sem sucesso, um bom desafio.

    1. Sim, eu considero zerar ir até o momento em que as fases começam a repetir. Se bem que depois disso eu ainda duro um bom tempo, normalmente só paro de jogar por tédio ^^

      Hoje em dia não conseguiria zerar Flicky. Estou sofrendo com Volgarr the Viking, e olha que o jogo é bem mais atraente ^^ Acho que passou a época em que conseguia passar horas preso em uma fase de um jogo.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *