meioorc

The Big Bang Theory Estréia Dublado no SBT

Hoje, dia 20 de agosto de 2011, foi ao ar o primeiro episódio de The Big Bang Theory pela tv aberta. O SBT foi quem comprou os direitos de exibição, e a estréia se deu em horário nobre. Ainda não tenho informações sobre a média do Ibope, e é preciso esperar um tempo para ver a aceitação do público. Espero pelo melhor.

Processos de dublagem e adaptação são sempre complicados. Há coisas que se perdem e coisas que surgem, peculiaridades das línguas diferentes. As pessoas sempre devem manter em mente que o objetivo das dublagens é atingir um público que não entende o idioma original – e não um grupo chato que compara minúcias e detalhes. Boa parte das dublagens que as pessoas mais gostam são as de programas que assistiam quando crianças, que normalmente são os que mais tem liberdade para alterar os textos. É tudo questão de costume e se livrar de preconceitos.

O título ficou como Big Bang – A Teoria. O título original tem um trocadilho divertido imbutido, e a tradução literal perdeu isso. Mas a série é muito famosa, então manter o nome é uma opção comercial interessante. Além de evitar mal entendidos na divulgação boca-a-boca. Já aconteceu de eu conversar com alguém sobre My Wife and Kids e ele falar “Nossa, é igual Eu, a Patroa e as Criaças”. Mantendo o título original isso não acontece, e a palavra Big Bang ja é conhecida pela maioria.

O primeiro episódio não é tão divertido assim, e os personagens estão crus e pouco desenvolvidos, então fica complicado fazer um julgamento da dublagem de primeira. Eu gostei bastante do que vi. Dá para ver que tomaram um cuidado especial com a sincronia labial. Boa parte da graça da série vem dos diálogos cheios de ironias, e seria uma pena se isso se perdesse.

Ver os personagens falando em bom português assusta um pouco. O que é óbvio, tive 4 temporadas para me acostumar com a voz original deles, não são 20 minutos que vão fazer eu me acostumar com a versão brasileira. Há uma diferença grande entre a voz original e a dublada de alguns personagens, resta ver como eles adaptam os sotaques, maneirismos e inflexões das vozes originais para manter a graça. Se a qualidade for boa a série ficará muito engraçada dublada. Ao assistir legendado o timing se perde, revelações sao feitas antes da hora, não dá para prestar tanta atenção nos movimentos corporais. Isso mata um pouco da graça da obra, principalmente em séries de humor. The Big Bang Theory e Family Guy em especial eu já acostumei a ver sem legendas mesmo.

Pra mim a maior surpresa foi o dublador do Sheldon. Sérgio Cantu já fez um nerd que ficou famoso na TV, Seth Coen em The O.C. Leonard, o-que-era-pra-ser-o-personagem-pricipal foi dublado pelo dublador de Hiro, da série Heroes, Penny pela Fernanda Fernandes, responsável pela Vampira em X-Men Evolution, Howard por Manolo Rey, o dublador do Peter Parker, Raj por José Leonardo, dublador de Coragem, do Coragem O Cão Covarde. Todos já fizeram persoagens bem conhecidos pelos brasileiros, mas não são dubladores que se ve em todos os filmes. As vozes soam familiares, mas não repetidas.

Estou bem curioso pra ver se a dublagem vai ter o cuidado de manter os nomes já adaptados para português. Termos como Ring of Power pode ser facilmente traduzido literalmente como Anel do Poder, já termos como Sword of Omens requerem um estudo maior dos tradutores. E isso fica mais complexo quando eles citam algo que nunca aportou no Brasil. Manter as referências é importantíssimo para esta série em específico, e requer trabalho e atenção redobrados por parte da equipe.

Claro que haverá muitos desgostosos com o simples ato de dublagem, que consideram uma heresia e um assassinato ao original. Bem, a versão em inglês continua disponível normalmente. Não assistir a determinada versão é sempre uma opção. É óbvio que as vozes vão soar diferentes, se você esperava pelo contrário é melhor fazer um teste de QI pra ver se tudo está normal. Ninguém precisa de gostar da dublagem, mas ela parece ser competente e a equipe parece querer manter o espírito original da série.

Ser nerd pra mim é ter um vício em informação, e acreditar que informação é algo parar ser compartilhado. Gasto uma parte considerável do meu tempo tentando popularizar coisas que eu amo de coração, que considero de altíssima qualidade e que são ignoradas pelas pessoas em geral. Não era fácil achar alguém para conversar sobre assuntos como quadrinhos ou RPG antes do boom da internet. Popularidade ajuda a expandir o mercado, dá aos criadores um maior retorno, no final todos saem ganhando. Espero que The Big Bang Theory tenha a maior popularidade possível no Brasil, a série é muito boa e merece.

5 comments

  1. Assisti à estréia de Big Bang ontem no SBT, e posso dizer que detestei a dublagem. Leonard, Sheldon, na verdade, todos os personagens principais, com exceção do Raj, ficaram com vozes de adolescente. No caso de Raj foi pior, a voz era igual ao Apu, dos Simpsons. Ou seja, ficou com voz de desenho animado.
    Vamos combinar que voz de desenho animado não funciona em filmes. Queria até saber qual o estúdio responsável pela dublagem, para mandar umas dicas, afinal eles não estão fazendo um bom trabalho. As piadas não funcionaram, por mais que esse episódio seja o menos engraçado.
    Espero que eles deem um jeito nisso, e logo. Deus salve a TV a Cabo e suas séries legendadas.

  2. Se você considera voz de adolescente a voz de pessoas de mais de trinta anos… E não entendo o que é “voz de desenho”. Você sabe que são humanos que dublam, certo? E você sabe que The Big Bang Theory não é um filme, certo?

    Adoraria ver exemplos de piadas que não funcionaram. Mas parece que você não tem nenhum… Estranho, seus argumentos não são nada além de “é diferente do original’. O que é algo óbvio que aconteceria, não concorda? Ou suas dicas pro estúdio são ensinar os atores originais a falar português?

  3. As vozes de Penny e Raj ficaram bacanas, a de Raj ficou muito parecida com a do Apu mesmo…. rsrsrs

    Mas sinceramente, dos outros ficaram uma merda, não combinaram com o personagem…

    Se eu fechar os olhos e ouvir o Leonard falando é a mesma coisa de ouvir um adolescente nu início da puberdade… muito triste…

    1. Pra mim só a do Leonard não funcionou muito bem, mas as outras eu gostei sim. Embora toda vez q o raj abra a boca eu lembre do Coragem :) Vamos ver daqui um tempo se as vozes vão se “ajustar” ^^

  4. é diferente reconhecer os trabalhos dos dubladores brasileiros que são ótimos e dizer que tudo que é dublado é bom!…..tem uma grande diferença nisso!
    ..no caso do Big Bang, as vozes foram mal escolhidas, tendo em vista que foi dublado a mando da Warner para o DVD, ou seja, é muito mas muito provável que o diretor de dublagem nunca tivesse ouvido falar da série, o que é absolutamente comum nas dubladoras. Muitas vezes o cara não sabe o valor do material que ele tem nas mãos, como por exemplo quando foi lançado o 1º filme do Harry Potter já sucesso em vendas de livros no mundo e os dubladores e o diretor não tinha ideia do que era aquilo, eu vi os próprios dizerem isso numa reportagem!
    A voz da Penny foi a única que se encaixou bem, o restante ficou uma porcaria, especialmente Raj já citado acima que mais parece um personagem dos Simpsons.
    Quero muito que faça sucesso no SBT, mas com essa dublagem não dá!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *