Lock-icon

Travas de Região no 3DS

O 3DS é o primeiro portátil a ter trava de região para jogos. Isso significa que os jogos e o aparelho precisam ser da mesma região pra funcionarem em conjunto. Hoje em dia há três regiões pro portátil da Nintendo: Estados Unidos, Europa e Japão.

Os dvds possuem um sistema parecido de proteção. Quando ganhei meu Family Guy – A Extraordinária História de Stewie Griffin (edição de Portugal) tive que copiá-lo com o DVD Shrink para poder assisti-lo. Tive que usar de pirataria para desfrutar do meu dvd original.

 

É um sistema idiota, que diz ao jogador quais jogos ele pode e não pode jogar. Todos perdem. Não é algo novo entretanto. Os mais velhos devem se lembrar dos adaptadores pra quantidade de pinos diferentes, cds de boot regionais,aparelhos diverso e chaveamentos.

Tipo de chaveamento do sega saturno
Tipo de chaveamento do sega saturno

 

Há vários motivos para isso. Um diz respeito a censura: o que é adequado para uma faixa etária em um país pode não ser para outro. Isso é particularmente importante em relação ao Japão. Eles tem um modo de lidar com nudez, sexo e religião completamente diferente do ocidente, e que já gerou muitos desentendimentos. Embora seja estranho pensar que alguém vai importar um jogo de outro idioma sem saber do que se trata.

 

Outro motivo importante é o licenciamento. Desde que um sujeito chamado George Lucas decidiu ficar com propriedade intelectual e direitos comerciais de seus personagens e cenários dos filmes de franquia Star Wars o mundo sofreu uma revolução (e a 20th Century Fox um prejuízo monstruoso). Quando se vende os direitos de franquia é comum que se pague a mais para explorar a marca comercialmente. E muitos jogos são inspirados em marcas, filmes, animações e quadrinhos famosos, já licenciados para empresas diferentes em outros lugares do mundo.

E muitas vezes as empresas que detem estes direitos não querem lançar os jogos. Os motivos são vários. Os custos de localização (tradução e adaptação, pra dizer por alto) são muitas vezes caros, um investimento que precisa de retorno. O atraso entre a exibição de animes é outro motivo importante. Os jogos e animes em exibição no oriente costumam estar meses adiantados em relação a exibição no ocidente, assim sendo os jogos podem conter spoilers. O estilo pode ser complexo para o público alvo. Quando há vários jogos da mesma série é melhor se centrar na publicidade de um. Tudo isso é compreensível e lógico. O problema é impedir o jogador de jogar o game importado. Ninguém ganha nada com isso.

 

Por isso muitos jogos nunca serão lançados em inglês. Jump Ultimate Stars é um jogo de DS que une vários personagens da Shonen Jump. É pancadaria 2D com personagens de Dragon Ball, Yu-Gi-Oh!, Samurai X, One Piece, Cavaleiros do Zodíaco, Death Note e muitas outras séries de sucesso. Chegar a um acordo entre as várias empresas que licenciaram isso no ocidente é impensável. Se tiver uma sequência pro 3DS os jogadores ocidentais não poderão jogar.

Fora isto muitos jogos de nicho (muitos mesmo) não saem da terra do sol nascente. Jogos europeus muitas vezes tem mais idiomas disponíveis, como espanhol ou português. E o inglês é uma língua muito difundida, vários jogos são lançados com menus e partes principais em inglês. Chega a ponto de jogos serem lançados no Japão com inglês como segunda língua, como Chrono Trigger DS. No 3Ds jogos assim ficarão inacessíveis aos jogadores do ocidente. E a cereja do bolo: o multiplayer entre versões de países diferentes é limitado e em alguns casos bloqueado.

 

As vendas do 3DS não estão tão boas quanto o esperado, e certamente a de jogos pro console também não. Se o jogo não foi lançado pra sua região, você não joga. A não ser que você gaste uma boa grana com um 3DS da região do jogo, o que é inviável na maioria dos casos e bem idiota também. Então o único jeito de jogar aquele jogo não lançado por aqui é… pirataria. Ainda não dá pra piratear no 3DS, mas certamente é questão de tempo, e a Nintendo deu um belo de um incentivo. Tomara que a Nintendo e 3rd parties sofram um bom prejuízo com a falta de importação de exclusivos. Jogadores não querem novas drm, e sim respeito.

One comment

  1. eu joguei JUS em inglês (puta jogaço, um dos melhores do DS), claro que foi em um flashcard…rs Bem, concordo que é “nada ver” essas travas de região, ainda mais em portáteis. Enquanto todos os outros aparelhos domesticos tinham (e ainda tem) suas travas de região, os portateis da nintendo (até agora) nunca tiveram (claro, sem contar a dsiware). Mas nunca que vou torcer pras empresas que produzem o meu entretenimento tomarem prejuizo; longe disso, pq se eles falirem como nos divertiremos?

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *